Home » Vivências Pdf - 2013 » Vivências - Novembro - 2013

Vivências - Novembro - 2013

Não basta vivermos em ambiente cristão,
termos meios externos de santificação!
Ninguém esteve em melhores condições que o mau ladrão:
junto de Jesus, no momento em que consumava nossa redenção!
No entanto, isso para nada lhe serviu.
De nada adiantará termos graças especiais de Deus, se nos falta boa vontade e generosidade para correspondermos a essas graças e aceitarmos Jesus como nosso Rei!

Nosso Rei foi colocado entre os malfeitores,
crucificado entre ladrões e considerado um malfeitor também.
Quis ser difamado para nos ensinar o sofrimento com resignação.

Nunca teremos motivos para nos queixarmos dos sofrimentos,
se olharmos para Jesus, o mais puro e inocente dos filhos dos homens,
condenado como criminoso, pregado numa cruz infame.

Agora prostramo-nos diante de um injustiçado.
A cruz desprezada transformou-se em sinal de glória e triunfo.
Aos olhares humanos isso não tem explicação.
Mas não importa, pois Jesus é Filho de Deus, nosso Rei!
Ele caminha conosco, Ele nos carrega no colo!

Compartilhe e Indique:
Demais conteúdos:
» 31/08/2013 | Vivências - Setembro - 2013 - Mês da Bíblia
» 29/07/2013 | Vivencias - Agosto 2013
» 27/11/2013 | Vivências - Dezembro - 2013
» 30/09/2013 | Vivências - Outubro - 2013 - Mês Missionário
» 28/06/2013 | Vivências - Julho - 2013
» 30/05/2013 | Vivências - Junho - 2013
» 29/04/2013 | Vivências - Maio - 2013
» 29/03/2013 | Vivências - Abril - 2013
» 27/02/2013 | Vivências - Março - 2013
» 29/01/2013 | Vivências - Fevereiro - 2013

[+] mais conteúdo
 
Total de mensagens escritas por usuários: 1
08/11/2013 - 09:10:12Luiz Baú - Erechim (RS) - O Administrador Desonesto (Lc 16, 1-8)O homem rico confiou cegamente no seu administrador. Foi traído, pois este, o roubava nas contas dos devedores. Ao saber disso, o homem rico pediu contas. O administrador, ao mandar reescrever o débito a cada devedor, estava diminuindo da conta a parte que seria dele. Agora a conta era justa. E diz o Evangelho: "...o senhor elogiou o administrador desonesto". Não entendamos errado. Quem elogiou o administrador desonesto foi o homem rico e não Jesus. Jesus fez o arremate dizendo: "Com efeito, os filhos deste mundo são mais espertos em seus negócios do que os filhos da luz”. O ser humano bom tende a confiar, às vezes, demais. Jesus mesmo confiou em Judas,quando o convidou para ser apóstolo e o que deu? Senhor. Confiaste em nós ao enviar-nos vosso Filho.Faça que lhe sejamos fieis. Amém!

Deixe sua mensagem
Avaliaremos sua mensagem para depois liberá-la!
 
Nome:
E-mail:
Título:
Cidade:
Estado:
Mensagem:
caracteres

Receba o Vivências diariamente: -Evangelho -Recadinhos -Reflexões

*campo obrigatório